https://fbcdn-sphotos-e-a.akamaihd.net/hphotos-ak-xfa1/t1.0-9/998935_721692497847799_332490081_n.jpg



Quer curtir uma Musica...por favor, ligue o RÁDIO!!
CLIQUE ABAIXO!











=PARA VIVER COM POESIA=

No fim tu hás de ver que as coisas mais leves são as
únicas que o vento não consegue levar:
um estribilho antigo, o carinho no momento preciso,
o folhear de um livro,
o cheiro que um dia teve o próprio vento...

=(Mário Quintana - Para Viver Com Poesia)=





...







domingo, 19 de janeiro de 2014

Duas estrofes de =Augusto dos Anjos=


A queda do teu lírico arrabil
De um sentimento português ignoto
Lembra Lisboa, bela como um brinco,
Que um dia no ano trágico de mil
E setecentos e cincoenta e cinco,
Foi abalada por um terremoto!

A água quieta do Tejo te abençoa.
Tu representas toda essa Lisboa
De glórias quase sobrenaturais,
Apenas com uma diferença triste,
Com a diferença que Lisboa existe
E tu, amigo, não existes mais!

= Augusto dos Anjos=

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Total de visualizações de página

SEJA VOCÊ TAMBÉM UM SEGUIDOR DESTE BLOG...A POESIA AGRADECE!!!CLIQUE ABAIXO..

Meus Amigos Queridos!

Postagens populares

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...


Deixe o seu comentário!